Aliança, da Usina do Queimado, o tri-campeão campista consecutivo (1936-37-38) na era amadora

Usina do Queimado, localizada na Avenida Nilo Peçanha, próximo à entrada da cidade
Usina do Queimado, localizada na Av. Nilo Peçanha, próximo à entrada da cidade

Fundado no dia 24 de abril de 1932, o Sport Club Aliança, resultou da fusão do Queimadense FC com o SC Nogueira, ambos times da Usina do Queimado, o segundo que recebeu este nome em homenagem aos líderes da empresa na época, os irmãos Julião Nogueira e Jorge Nogueira.

Já no dia da fundação, o Aliança realizou sua primeira partida. Foi diante do Itatiaia no antigo campo do Goytacaz no bairro da Lapa. O jogo principal terminou empatado em 1 a 1. Na preliminar, entre as equipes aspirantes, o Aliança perdeu de 3 a 1 para o Goytacaz.

Mas o início da trajetória sem vitória não representaria desânimo para o clube que na segunda metade da década de 30 sagrou tri-campeão consecutivo do Campeonato Campista.

A sequência de títulos veio em 1936-37-38. A coincidência é que nos três anos o Aliança deixa de ser campeão invicto por uma derrota em cada certame.

Escalação do Aliança de 1940 (Fonte: Jornal A Gazeta)

Em 36, o Aliança só perde para o Goytacaz por 2 a 1. O título vem após o time da Usina do Queimado aplicar uma goleada de 6 a 2 no Americano.

Fonte: Almanaque Esportivo do Jubileu de Ouro do Futebol Campista, de Nilo Terra Arêas (1962)
Fonte: Almanaque Esportivo do Jubileu de Ouro do Futebol Campista, de Nilo Terra Arêas (1962)

Em 37, o certame foi disputado em três turnos. A única derrota foi uma goleada de 4 a 1 para o Industrial no 2º turno, a qual o Aliança devolveu com a mesma moeda no 3º turno. A taça é levantada após uma vitória de 3 a 1 sobre o Campos.

Breno, goleiro campeão em 38
Goleiro campeão em 38

Em 38, o Aliança novamente só perde uma partida, o que o impede novamente de ser campeão invicto. E esta derrota acontece para o Campos por 2 a 1. O time da Usina do Queimado é campeão após uma aplicar uma goleada de 4 a 0 no Industrial.

Foto: NetVasco
Foto: NetVasco

Um dos grandes jogadores que atuaram com a camisa do Aliança foi Lelé, que depois se transferiria para o famoso “Expresso da Vitória” do Vasco. Lelé fez tanto sucesso no cruzmaltino, que foi citado em uma música do conterrâneo campista, o flamenguista Wilson Batista.

Com o advento do profissionalismo, o Aliança, de cunho amador, desapareceu em data desconhecida, dando origem ao União do Queimado, outro time que passaria a representar a Usina em campeonatos amadores, um dos quais conquistaria na década de 60.

O SC Aliança não pode ser confundido com o Aliança Foot-Ball Club, fundado em 1912, mesmo ano de outros clubes de Campos dos Goytacazes, como Industrial, Goytacaz, Campos e Rio Branco e que junto destes e outros fundou a Liga Campista de Desportos (LCD) em 1913.

Wesley Machado (Com informações do Blog História do Futebol Campista)

Imagem da capa: Tide Karioca

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s